Administrativa no image

Publicado em 21/11/2012 | por Mestre

Banco Central

Até 1.850 vagas para níveis médio e superior

Segue em análise no Ministério do Planejamento o pedido de concurso do Banco Central (BC) para 1.850 vagas de técnico (nível médio), analista (superior) e procurador (bacharelado em Direito), para o biênio 2013-2014. Na última segunda-feira, dia 19, o banco informou que aguarda as deliberações do ministério para tomar as providências necessárias à realização do concurso. A expectativa do BC é de que a autorização seja concedida ainda este ano para que os editais, um para cada cargo, sejam divulgados até março de 2013.

Segundo informou uma fonte na direção do banco, antes mesmo da solicitação ser encaminhada ao Planejamento, já foi acertada a liberação do concurso ainda em 2012. Entretanto, o processo referente ao pedido está desde o fim de setembro, quando chegou ao ministério, no Departamento de Planejamento das Estruturas e da Força de Trabalho, da Secretaria de Gestão Pública. O esperado é que a tramitação avance em breve, para que a permissão do concurso seja de fato concedida até o fim do ano.

Ainda não se sabe se a autorização será para um único concurso, com o preenchimento das vagas sendo escalonado, ou se será liberado um concurso a cada ano. Para 2013, a demanda do banco é de 1.090 novos servidores, sendo 200 técnicos, 830 analistas e 90 procuradores. Caso o banco não conte com a possibilidade de realizar novas contratações, poderá ter o seu quadro reduzido à metade da estrutura prevista em lei, que é de 6.470 vagas. Atualmente, o BC conta com cerca de 4,5 mil servidores.

RemuneraçõesPara o cargo de técnico, a remuneração oferecida no início da carreira é de R$5.221,28. No caso de analista, os ganhos iniciais são de R$13.264,77 por mês, e no de procurador, de R$15.274,60. Aos valores, já está acrescido o auxílio-alimentação, que é de R$304. Para todos os cargos, as contratações são pelo regime estatutário, que proporciona estabilidade.

Segundo o chefe-adjunto do Departamento de Gestão de Pessoas do BC (Depes), Delor Moreira, a intenção do banco é distribuir as chances por todas as dez capitais onde o banco está presente, o que inclui o Rio de Janeiro. As demais são Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Recife, Fortaleza e Belém.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑