Administrativa no image

Publicado em 22/04/2013 | por Mestre

Banco Central

Técnica fala de sua experiência no concurso de 2009….
Após mais de 10 anos trabalhando na iniciativa privada sem a sensação de estabilidade e segurança, Marcia Maria Furiatti, em 2009 dediciu tentar seu primeiro concurso. E hoje, quatro anos após esse primeiro passo e muito empenho, formada em Engenharia Elétrica e técnica de Gerência Administrativa do Banco Central, em Curitiba, ela se diz realizada.
“O concurso para o Banco Central foi o primeiro que eu resolvi fazer. Então, como eu não tinha muita experiência, me matriculei em um curso preparatório, o que foi muito bom, porque o curso preparatório te deixa próximo das pessoas, e você entende bem a realidade do concurso público, como ele realmente é. Além de entender quais são as suas deficiências, você aprende com as experiências dos outros.”
Marcia ainda destaca conta como foi a sua preparação. “Eu tinha aula um período, em outro eu me dedicava aos estudos em casa, e fazia muita resolução de questões. Para mim, foi muito importante esse sistema de resolver questões de concursos passados, porque cada banca tem um perfil diferente. Aos poucos eu fui conseguindo me aprofundar um pouco mais, ficar um pouco menos dependente das aulas e consegui ficar mais autodidata. Pesquisando matéria em livros e apostilas, consegui conciliar os estudos sozinha também”, diz a técnica.
Marcia afirma que o importante é se dedicar e ter uma rotina bem estabelecida, pois segundo ela ‘se você se desvia, é muito fácil perder o foco’. A técnica do Bacen diz que os preparativos para a prova começaram bem antes da divulgação do edital, o que concedeu à ela um tempo maior de preparo, e afirma que muitas das disciplinas, com a divulgação do edital, foram apenas revisadas, pois ela já tinha uma base.
“Mesmo que o edital novo pareça ser muito diferente do último concurso vai ter muita coisa que você já aproveitou e não vai precisar estudar novamente. Então, se antecipar é um ganho de tempo. Eu comecei a estudar em maio de 2009, quando não tinha nem a autorização do concurso ainda, e em novembro saiu o edital, que tinha muitas coisas diferentes em relação ao anterior. Mas, mesmo assim me aprofundei um pouco mais nas matérias e fiz a prova em janeiro de 2010.”
Além do preparo nos estudos, Marcia diz que o apoio de sua família foi fundamental para a sua aprovação, e a motivou ainda mais. “Eu tive o total apoio da minha família. Até porque eu tenho filhos, e na época um estava com um de cinco anos e o mais velho com 12 anos, então o apoio do meu marido foi fundamental. Em muitos momentos eu precisei me dedicar aos estudos e não podia estar próxima da família, então é necessário que as pessoas compreendem que você tem um objetivo e isso exige algum sacrifício”, ressalta.
Ela conta que a aprovação foi uma realização profissional, pois por ser sua primeira tentativa em um concurso público, ela não tinha expectativa de ser chamada. “A aprovação foi positiva porque me incentivou a continuar estudando, e naquele ano eu fiz mais três concursos e fui aprovada nos três. O do TRT-PR, para analista e técnico, e para o TRF da 4ª região. É um processo difícil, mas essa primeira aprovação é importante pra mostrar que você é capaz. E em um concurso com um universo de concorrentes como foi o do Banco Central, a aprovação é um retorno em relação a todo o esforço que se empenha.”
Quanto a rotina de trabalho, Marcia demonstra satisfação e afirma que a área e o ambiente são excelentes. “São pessoas satisfeitas, que alcançaram um objetivo e tem uma satisfação pessoal grande. É gratificante.” Após essa conquista, ela diz que tentará este novo concurso para o cargo de analista e deixa aos futuros candidatos uma mensagem de otimismo e motivação: “O importante é estudar, estar preparado e não se sentir intimidado pelo número de vagas, você só precisa de uma vaga. Eu também estou me preparando e espero alcançar esse objetivo.”
Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑