Dicas no image

Publicado em 14/02/2013 | por Mestre

Banco do Brasil

Conhecimentos Bancários: disciplina requer exercícios

Concurso Banco do Brasil

Conhecimentos Bancários é uma das disciplinas que mais chama atenção dos candidatos do concurso para o Banco do Brasil (BB), por se tratar de conteúdos específicos da área bancária. No entanto, o participante não deve ter motivo para se desesperar. O professor Carlos Arthur Newlands acredita que o tempo de estudo será essencial para a aprovação. “Conhecimentos Bancários não é visto em escola do ensino médio (escolaridade exigida no concurso), então, para muitas pessoas, é uma novidade. Quanto mais tempo o concorrente estudar, mais preparado ele vai estar para a prova”, disse.

Ele analisou a prova objetiva do concurso atual (para 15 estados) e considerou as questões da matéria relativamente fáceis. “A opinião generalizada dos professores e candidatos é que foi fácil até demais. O nível de exigência foi muito abaixo do esperado e fugiu do estilo da Fundação Carlos Chagas (FCC)”, disse.

Porém, de acordo com o especialista, o candidato deve saber o tipo de questão cobrada pela FCC, já que será a possível organizadora. “As questões das provas da FCC costumam ser bastante objetivas e diretas, abordando o essencial dos conceitos”, contou.

Além disso, o professor aconselha que outros testes anteriores sejam utilizados como base. “A prova deste ano é uma boa base, mas não a única. O candidato deve procurar resolver a maior quantidade de questões de Conhecimentos Bancários das várias provas dos concursos que ocorreram de 2010 pra cá”, sugeriu. Segundo Carlos Arthur, o exame contou com sete questões da disciplina, sendo duas sobre entidades supervisoras do Sistema Financeiro Nacional (SFN), duas sobre garantias do SFN, duas de produtos bancários e uma de prevenção à lavagem de dinheiro.

O especialista ainda aponta alguns conteúdos que não foram cobrados, mas que poderão cair na prova do concurso para o Rio de Janeiro. “Outros tópicos que devem ser estudados são mercado de câmbio, mercado de capitais, papel do Banco Central, Comitê de Política Monetária (Copom) e crédito rural”, afirmou. Para ele, a melhor forma de estudar Conhecimentos Bancários é unir a parte teórica com a prática, para que o concorrente entenda o conteúdo com mais facilidade. “Estudar a teoria é importante, aconselho meu livro ‘Sistema Financeiro e Bancário’, da Editora Elsevier. E depois fazer exercícios dos últimos concursos bancários, como BB, Caixa e Banco de Brasília (BRB).”

No concurso em andamento, a avaliação foi feita por meio de um prova objetiva, com 60 questões, sendo 30 de Conhecimentos Básicos (distribuídas pelas disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemático e Atualidades do Mercado Financeiro) e 30 de Conhecimentos Específicos (Cultura Organizacional, Técnicas de Venda, Atendimento, Domínio Produtivo da Informática e Conhecimentos Bancários). Além disso, ainda houve uma redação.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑