Bancária no image

Publicado em 27/11/2012 | por Mestre

BNDES

Candidatos cobram informações sobre o concurso

Quem se prepara para prestar o concurso para técnico administrativo (nível médio) e profissional básico (superior) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está apreensivo quanto à falta de informações a respeito da seleção.  A técnica em Arquivologia Letícia Ribeiro fez um apelo ao banco. “Gostaria que o BNDES liberasse as atualizações que estão acontecendo a respeito do que já foi decidido sobre a próxima seleção. Estou usando esse tempo a meu favor, para estudar ainda mais, mesmo sem informações mais detalhadas sobre o concurso”, disse.

A sevidora do Detran Roberta Pimental declarou que está tentando ficar calma para poder estudar melhor. “Tenho estudado e acho que as pessoas que desejam trabalhar no banco não podem ficar ansiosas, pois isto atrapalha ainda mais na preparação. Pensar que o edital pode trazer mudanças no conteúdo programático gera estresse e por isso tenho me concentrado apenas em ser aprovada”, afirmou.

Jesse Máximo, que trabalha no RioPrevidência, ressaltou que não saber sobre as decisões que o BNDES vem tomando a respeito do concurso causa apreensão. “É normal que os que vão fazer o concurso do banco criem muitas expectativas a respeito da seleção. Sei que existem problemas burocráticos, que muitas vezes geram atrasos, mas não saber a data de liberação do edital, por exemplo, acaba criando uma certa ansiedade em todos nós, futuros candidatos”, exemplificou.

Já Danielle Fernanda Mattos, que trabalha como auxiliar administrativa, disse que esperava mais informações sobre a seleção. “Eu estou me preparando para o concurso do BNDES desde agosto, quando soube que haveria uma nova seleção para o cargo de técnico administrativo. Estou estudando cerca de quatro horas por dia pelos editais anteriores, mas eu esperava mais informações sobre este concurso, e isso acaba me deixando apreensiva, porque fica uma incógnita quanto ao conteúdo programático, se haverá alguma inclusão de matérias e quando o edital será liberado, por exemplo”, listou.

A última novidade sobre o concurso, além de que a organizadora será a Fundação Cesgranrio, foi que o BNDES continua trabalhando nos preparativos do edital, com o objetivo de que o documento seja liberado o mais breve possível. Um dos fatores que vêm atraindo vários interessados em participar da seleção são as altas remunerações, de R$4.088,42 para técnico administrativo e R$10.345,01 para profissional básico, já incluindo o auxílio-alimentação de R$399,08 e o auxílio-refeição de R$823,95.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑