Categorias no image

Publicado em 23/08/2012 | por Mestre

Bombeiro – Combatente

Seguem preparativos
Continua prevista para setembro a divulgação do edital do concurso para soldado combatente do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ). Segundo o diretor geral de Pessoal da corporação, coronel Gilvan de Castro, a Funcefet poderá ser a organizadora, mas haverá um processo licitatório para a escolha da instituição nas próximas semanas. “Vai depender das propostas de cada empresa interessada”, afirmou. A seleção trará, a princípio, 246 vagas para a função, cujos requisitos são possuir nível médio completo e carteira nacional de habilitação na categoria “B”. Gilvan já confirmou que haverá, ainda, formação de cadastro de reserva, o que poderá aumentar bastante o quantitativo de convocações ao longo da validade da seleção, que será de dois anos, prorrogável por igual período.
“Dependendo da nossa necessidade e orçamento ao longo desse período, poderemos chamar até 400 novos soldados combatentes”, declarou. Um dos atrativos do concurso é o regime de contratação, que será o estatutário, garantindo a estabilidade profissional dos servidores. Os aprovados na seleção tomarão posse no início de 2013, quando a nova tabela salarial dos Bombeiros já estará em vigor (ela começa a valer em fevereiro). Segundo o diretor-geral de Finanças do CBMERJ, coronel Marcelo Câmara Grangeiro, o valor atual para os combatentes é de R$1.460,19 durante o curso de formação para soldados, e de R$2.119,33 após o curso. A partir do próximo ano, o valor passará a ser de R$1.792,21 durante o curso, e de R$2.526,80 depois, já incluindo as gratificações e o auxílio-transporte.
O coronel Gilvan disse, também, que, para o concurso de combatentes, o valor da taxa de inscrição deverá ser menor do que o que foi para motoristas (R$100). “Até mesmo pelo fato de que provavelmente teremos muitos inscritos, então acredito que não precisaremos cobrar R$100. Não sei ainda, mas creio que o valor diminuirá”, declarou, ressaltando que o programa exigido será exatamente o mesmo do que está sendo pedido para motoristas, exceto pela disciplina de Legislação de Trânsito. “De resto, será tudo igual. Quem estudar pela prova do soldado motorista vai se dar muito bem.”

Fonte: Folha Dirigida

Tags: ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑