Categorias no image

Publicado em 17/01/2013 | por Mestre

Bombeiro- Soldado Combatente

Bombeiros aguardam sinal verde para iniciar preparativos…
O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) está aguardando uma autorização formal do governador Sérgio Cabral, para dar início aos preparativos do concurso destinado ao preenchimento de 600 vagas de soldado combatente, com ingresso de 300 aprovados ainda este ano e outros 300 em 2014.
“Assim que recebermos esse aval, vou encaminhar um ofício para a Secretaria de Planejamento (Seplag), que irá avaliar e autorizar a realização do concurso”, afirmou o diretor geral de Pessoas, coronel Gilvan de Castro, destacando ainda que o objetivo da corporação é divulgar o edital neste primeiro semestre.
O cargo de soldado combatente requer o nível médio e carteira nacional de habilitação na categoria “B”. A remuneração será de R$2.526,80, a partir de fevereiro de 2013. Para concorrer, os futuros candidatos deverão ter menos de 51 anos no ato de posse. O regime de contratação será o estatutário, garantindo a estabilidade empregatícia.
Para ajudar na preparação dos candidatos a soldado combatente, a professora de Português Juliana Machado dá dicas. Entre os tópicos a serem abordados durante a preparação, a especialista orienta estudar interpretação textual e regras gramaticais.
“Em relação aos aspectos gramaticais, os assuntos exigidos são sempre os mesmos: concordância verbal e nominal, pontuação, conjunções, colocação pronominal, crase e regência. Já em interpretação textual, é importante que o candidato saiba identificar no comando da questão o que a banca está pedindo. Para auxiliar nessa identificação, é imprescindível que consiga diferenciar as questões de inferência textual das questões de recorrência textual”, explicou.
A professora também falou sobre a importância dos futuros candidatos se prepararem com antecedência, mesmo sem saber qual é a organizadora. “Analisar o conteúdo programático abordado no último concurso é uma boa ferramenta de estudo, tendo em vista que os conteúdos exigidos são sempre os mesmos”, afirmou. Juliana Machado destacou que após a definição da banca organizadora é fundamental a resolução de questões de concursos anteriores.
De acordo com o diretor-geral de Pessoas dos Bombeiros, são grandes as chances da Funcefet ser mantida como organizadora do concurso, já que ela foi responsável pela última seleção de soldado motorista da corporação. “A Funcefet possui algumas peculiaridades na forma como aborda as questões de Língua Portuguesa. A banca prioriza conceitos como: morfologia (o candidato deve saber reconhecer e empregar corretamente as diferentes classes gramaticais), conjunções (emprego e sentido), pontuação, funções de linguagem e interpretação textual. Vale salientar que não é uma banca tendenciosa quanto a possíveis pegadinhas”, explicou a professora Juliana Machado.
Para ela, os candidatos devem se atentar ao estilo de prova da Funcefet. “A banca valoriza a parte interpretativa do candidato, então é preciso muita atenção nos detalhes presentes nos enunciados das questões”, enfatizou. A professora deixa uma mensagem àqueles que vão participar do concurso. “Não existe uma fórmula mágica que garanta a aprovação do candidato, portanto, é preciso dedicação e organização. Pratiquem o hábito da leitura e organizem o tempo de estudo”, encerrou.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑