Categorias no image

Publicado em 14/03/2013 | por Mestre

Bombeiro – Soldado Combatente

Pedido de autorização já foi para a Seplag….

A Diretoria-Geral do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) informou que o pedido de concursos para a corporação já foi encaminhado para análise da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). A princípio, a oferta seria de 600 vagas para soldado combatente, sendo 300 para serem preenchidas ainda este ano e, as outras 300, em 2014. Porém, esse quantitativo foi distribuído por três cargos, sendo 400 para soldado combatente, 150 para guarda-vidas e 50 para sargento músico. O edital está previsto para ser publicado neste semestre, conforme informou recentemente  o diretor-geral de Pessoas do CBMERJ, coronel Gilvan de Castro.
Além de aguardar o sinal verde da Seplag, que vai verificar se existem recursos no orçamento para atender à demanda, o CBMERJ espera um posicionamento oficial do governo do estado sobre a possibilidade da derrubada dos vetos presidenciais à Lei dos Royalties afetar a realização das seleções. Ainda haverá uma reunião entre o comandante-geral do CBMERJ, coronel Sérgio Simões, e o governador Sérgio Cabral, para descrever a necessidade do concurso para a melhoria das condições da corporação. O cargo de soldado combatente requer o nível médio e Carteira Nacional de Habilitação na categoria “B”. A remuneração inicial é de R$2.526,80. Os futuros candidatos deverão ter menos de 51 anos, no ato de posse. O regime de contratação será o estatutário, garantindo a estabilidade empregatícia.
Os futuros candidatos a soldado combatente devem tomar por base o programa do concurso para soldado motorista, realizado no ano passado. No entanto, apenas serão cobradas as disciplinas de Português e Matemática, sendo excluída Legislação de Trânsito. O último concurso para guarda-vidas do CBMERJ foi organizado pela FunRio, em 2008, para 300 vagas. Podiam participar os candidatos nascidos a partir de 1º de fevereiro de 1984. Além disso, era necessário ter altura mínima de 1,60m (para ambos os sexos); ser brasileiro; estar em dia com as obrigações eleitorais e militares e possuir os documentos comprobatórios da escolaridade exigida para o cargo (ensino médio completo).
Na época, os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, teste de aptidão física (corrida de meio fundo de 2.400 metros, corrida de velocidade de 100 metros, abdominal com 35 repetições, barra com três repetições e natação de 50 metros), teste de habilidade específica e exames de saúde, social e documental. O exame objetivo constou de 40 questões, distribuídas por Língua Portuguesa e Matemática. A última seleção para sargento músico foi organizada pelo Centro de Recrutamento e Seleção de Pessoal (CRSP} do CBMERJ, em 2001, para 52 vagas. Puderam participar os candidatos com, no mínimo, 18 e, no máximo, 35 anos de idade, no dia 28 de fevereiro de 2002. Além disso, era necessário ter altura mínima de 1,60m, para homens, e de 1,50m, para mulheres, e nível médio completo. Na época, os candidatos foram avaliados por meio de exame intelectual (provas objetiva, prática e oral), teste de capacitação física, exames de saúde, psicológico e pesquisa social e documental.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑