Categorias no image

Publicado em 25/09/2012 | por Mestre

Correios

Sindicato pede mais 30 mil contratações
Um dos pontos que estão sendo cobrados pelo Sindicato dos Trabalhadores na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e Similares no Estado do Rio de Janeiro (Sintect-RJ) é a realização de um novo concurso o mais breve possível. Os funcionários da estatal estão em greve desde o dia 19 de setembro. De acordo com a diretora do sindicato, Edna Moreira, o assunto é sempre tocado quando os funcionários dos Correios fazem paralisação. “Houve muitas aposentadorias e muita gente saiu. Do concurso de 2011 ainda não chamaram um número suficiente para suprir as necessidades e queremos uma nova seleção para atender a todas as exigências”, explicou.
Edna ainda destaca que a reivindicação do sindicato é pela contratação de 30 mil novos funcionários em todo o Brasil. Segundo ela, a carência no Rio de Janeiro é bem grande, principalmente para o nível médio, nos cargos de carteiro, operador de triagem e transbordo e atendente comercial. “Há uma carência imensa em todas as áreas, e o Rio de Janeiro está sofrendo com a falta de funcionários, assim como qualquer outro estado. Por isso, precisamos de um concurso”, disse a diretora.
A previsão dos Correios é que o edital da próxima seleção saia no início do ano que vem, para cerca de 6.600 vagas, conforme havia informado o presidente da empresa, Wagner Pinheiro de Oliveira. Serão oferecidas oportunidades de níveis médio, médio/técnico e superior. O concurso será destinado às localidades e cargos que estiverem sem cadastro de reserva da última seleção, realizada em 2011. A maior parte das vagas será para as carreiras de nível médio. A remuneração, para esses funcionários, é de R$1.632,75, incluindo cerca de R$550 de vale-alimentação e R$140 de cesta básica. Já para o médio/técnico, cuja remuneração é de R$2.367,13, deverão ser contempladas as funções de técnico de operação e técnico de atendimento e venda.
Para o nível superior, os ganhos são de R$4.202,22 e as oportunidades deverão ser para os mesmos cargos do concurso anterior (enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho, analista de saúde em Medicina e Odontologia, e analista de Correios, entre outros). Além dos salários, que estão sendo questionados pelo sindicato, os Correios ainda oferecem benefícios como vale-alimentação (cerca de R$550), vale-cesta básica (no valor de R$140), vale-transporte, plano de saúde, plano medicamento e auxílio-creche, entre outros.
Na seleção anterior, os participantes foram submetidos à prova objetiva, onde foram cobradas questões das disciplinas de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Informática, Inglês e Administração Pública) e de Conhecimentos Específicos, cujo conteúdo variou de acordo com o cargo. Os concorrentes a carteiro e operador ainda foram submetidos à avaliação de capacidade física laboral.
Fonte: Folha Dirigida

Tags:


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑