Categorias no image

Publicado em 16/10/2012 | por Mestre

Correios

Sindicato estima falta de quase 2 mil carteiros no RJ
A maior carência no quadro de pessoal dos Correios no Rio de Janeiro é registrada no cargo de carteiro, que exige apenas o nível médio. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e Similares no Estado do Rio de Janeiro (Sintect-RJ), há um déficit de cerca de dois mil funcionários nessa função. Além disso, ainda segundo o sindicato, os cargos de operador de triagem e transbordo e atendente comercial (ambos de nível médio) também possuem grande necessidade de contratações. A expectativa é que a carência seja, pelo menos, reduzida, já que a maioria das vagas oferecidas no próximo concurso será destinada a essas carreiras.
A remuneração atual desses funcionários, depois da determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), é de R$1.871,86 ou R$1.765,38, sendo R$1.004,02 de vencimentos, R$718,74 de vale-alimentação, para quem trabalha 27 dias por mês, ou de R$612,26, para 23 dias, e R$149,10 de vale cesta-básica. Deverá haver oportunidades para o nível médio/técnico nas carreiras de técnico de operação e técnico de atendimento e venda. A remuneração, nesse caso, é de R$2.653,84 ou R$2.547,36, incluindo os auxílios.
Ainda deverá haver vagas para graduados. É provável que as carreiras sejam as mesmas da última seleção, realizada em 2011 (enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho, analista de saúde em Medicina e Odontologia, analista de Correios, etc). A remuneração é de R$4.608,35 ou R$4.501,87. Os Correios ainda oferecem outros benefícios, como assistência médica, hospitalar e odontológica para empregados e seus dependentes (inclusive na aposentadoria) e previdência complementar.
O concurso anterior serve como base de estudo para aqueles que pretendem se preparar com antecedência. Na ocasião, os participantes foram submetidos a uma prova objetiva, com questões de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Informática, Inglês e Administração Pública) e Conhecimentos Específicos. Depois, houve uma avaliação de capacidade física laboral, somente para os concorrentes às carreiras de carteiro e operador. Nessa etapa foram feitos exercícios de barra fixa, corrida de 12 minutos (homens fizeram 2.200 metros, e mulheres, 1.800) e dinamometria (manual, escapular e dorsal).
Fonte: Folha Dirigida

Tags: ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑