Categorias no image

Publicado em 14/05/2013 | por Mestre

Correios

Futuros candidatos cobram informações sobre concurso….
A falta de informações sobre o concurso dos Correios não está agradando os futuros candidatos da seleção. Muitos já estão estudando há um tempo e não sabem previsão de edital, quantidade de vagas, estados que serão contemplados ou possíveis organizadoras. Uma dessas pessoas é Amanda Serra da Silva, que pretende concorrer ao cargo de atendente comercial, de nível médio. Para ela, as informações são fundamentais. “É prejudicial não sabermos a banca, por exemplo, porque elas têm tipos diferentes, cada uma cobra as disciplinas de um jeito”, explicou.
Gilson Barbosa Henriques também acredita que os detalhes da seleção são importantes. “Com as informações, podemos nos orientar melhor, direcionar o estudo, porque podemos saber a organizadora e estudar com base nela”, disse ele, que vai se candidatar a carteiro, função que também exige o nível médio. De acordo com ele, a falta de informações não é boa para ninguém. “Prejudica muito, porque as pessoas não veem os preparativos andarem e acabam desistindo de participar do concurso”, afirmou.
Amanda e Gilson, no entanto, tentam ver um lado positivo na demora da divulgação do edital. “Por um lado é ruim, mas por outro é bom, porque temos mais tempo para se preparar, com mais calma”, contou ela, que fez o concurso anterior, realizado em 2011, e desde então, estuda para os Correios. Gilson, que estuda desde o início do ano, pensa da mesma forma. “A demora na divulgação do edital pode ser vista como algo bom, porque a gente estuda por mais tempo e acabamos vendo vários conteúdos com mais tranquilidade.”
O que está definido é que a maioria das vagas que serão ofertadas se destina ao nível médio (carteiro, operador de triagem e transbordo e atendente comercial). A remuneração é de R$1.871,86 ou R$1.765,38, sendo R$1.004,02 de vencimentos iniciais, R$718,74 de vale-alimentação para quem trabalha 27 dias por mês e R$612,26 para 23 dias e R$149,10 de vale cesta-básica. Também deverá haver vagas para o nível superior. Na seleção anterior, realizada em 2011, por exemplo, as chances foram para enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho e analista de Correios, entre outros cargos.
A remuneração, para esses funcionários, é de R$4.608,35 ou R$4.501,87 (dependendo da quantidade de dias de trabalho), sendo R$3.740,51 de salários iniciais, já incluindo auxílios. Os Correios oferecem benefícios, como vale-transporte, plano de saúde, plano medicamento e auxílio-creche, entre outros. Em 2011, os candidatos passaram por uma prova objetiva, com 60 questões (20 de Língua Portuguesa, 20 de Matemática e 20 de Informática). Os concorrentes a carteiro e operador ainda passaram por uma avaliação de capacidade física laboral. Já os graduados fizeram 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Informática, Inglês e Administração Pública) e 70 de Conhecimentos Específicos.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑