Categorias no image

Publicado em 17/08/2012 | por Mestre

Críticas a Concursos

Candidatos criticam calendário da Receita, Fazenda, Ibama e ANA
Após um momento de “entressafra” de concursos, o Ministério do Planejamento autorizou, ao mesmo tempo, a realização de diversas seleções. O que, a princípio, seria uma ótima notícia tem, no entanto, provocado ansiedade e queixas de muitos concurseiros. Acontece que, no caso de quatro importantes concursos da área federal, está havendo uma coincidência das datas agendadas para a aplicação de provas. As avaliações do Ibama, ANA e Ministério da Fazenda, além da parte discursiva da Receita Federal, estão marcadas para o mesmo dia 21 de outubro.
Outra coincidência que está desagradando os candidatos é no dia 23 de setembro, quando estão marcadas a primeira etapa da Receita Federal e a prova para os cargos de técnico da Ancine. Segundo o assinante Rodrigo Pereira de Jesus, que se inscreveu para os dois concursos, é errado modificar essas datas após o encerramento da inscrição. “Eu me inscrevi para a prova de Analista da Receita que seria no dia 16 de setembro e para o ANCINE que será no dia 23 de setembro, mesmo levando-se em consideração que no edital é dito que poderá haver alterações, em ocorrendo tal necessidade deveria se evitar colocar na data de um outro concurso. Estou bastante indignado, pois essa alteração em particular me prejudicou sobremaneira”, afirmou.

Este choque de datas é alvo de reclamações. De acordo com a concurseira Marisa Clara, 30 anos, estudante de São José do Rio Preto/SP, esse confronto irá prejudicar quem está participando de mais de uma seleção. Marisa está inscrita para o concurso da Receita Federal e está interessada em tentar uma vaga no Ministério da Fazenda. Porém, agora espera por alguma possível alteração no cronograma das seleções, antes de efetuar a nova inscrição. “Sempre há esperança de passar. Caso eu passe para a segunda etapa da Receita, terei que abdicar da outra oportunidade”, disse. Ela ainda lembra que a data de prova da Fazenda sofreu alteração antes desta combinação. “A organizadora é a mesma, a Esaf. E não é a primeira vez que isto acontece”, reclamou Marisa. “Conversei com algumas pessoas que estavam interessadas em disputar vagas na ANA e no Ibama. Todas também se sentiram prejudicadas”, garantiu a estudante.

Outra candidata, Heveline Garcia também reclama, “Eu vinha me preparando há tempos para a Fazenda e ANA, e não queria desistir de nenhuma delas, o que devo ter que fazer agora, justamente pelo fato de as provas de ambos os concursos estarem marcadas para o mesmo dia. Eu não acho legal que as bancas coloquem tudo pra uma mesma data. Isso não é só prejudicial aos concursandos, mas também aos órgãos e às organizadoras, pois diminui a concorrência. Eles podem perdem bons candidatos por falta de cuidado na elaboração do calendário. Eu vou até o fim pra tentar mudar essa data, e gostaria de contar com a ajuda dos interessados no mesmo assunto. Não penso só em mim, mas em milhares de pessoas que já estavam se preparando e, agora, sentem-se previamente eliminadas”, pontuou.

Posição das organizadoras -
O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/UnB), organizador do concurso para o Ibama, relembrou que o mesmo fato ocorreu com a seleção para a Anatel e houve uma retificação com mudanças das datas. E ressaltou que existe a possibilidade de alteração da data da prova do Instituto. Quanto ao concurso da Ancine, as datas no edital são consideradas prováveis, podendo ser modificada a qualquer momento. O caso está sendo avaliado. É preciso aguardar a publicação de documento de retificação no site do Cespe, caso se confirme a decisão de mexer no cronograma do concurso. Segundo a assessoria da Escola de Administração Fazendária (Esaf), responsável pelos concursos do Ministério da Fazenda e da Receita Federal, “o cronograma dos concursos é feito de acordo com a demanda dos órgãos federais. As provas marcadas para 21 de outubro objetivam a posse dos aprovados já no primeiro semestre de 2013″, limitou-se a afirmar. Ao ser questionada sobre a possibilidade de mudança de datas de provas, a assessora da organizadora preferiu não responder. Responsável pelo concurso da ANA, não quis se pronunciar, pois o responsável por tal informação não estava presente.

Para Augusto Bello, presidente da Associação Nacional de Defesa e Apoio aos Concurseiros (Andacon), as bancas não estão erradas, pois não têm a obrigação de marcar suas seleções fora de datas de outros concursos. Porém, afirma ele, é de bom senso que a coincidência de datas seja evitada, já que é o que os candidatos esperam. “Esse fato pode prejudicar os concurseiros que já vêm se preparando para mais de um concurso, além de diminuir o público de cada uma das seleções”, avalia Augusto. De acordo com o presidente, a Andacon emitirá notas pedindo a mudança de datas, em respeito às manifestações dos candidatos.

Fonte: Folha Dirigida

Tags:


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑