Categorias julho-1st-Defensoria-Pública-RJ

Publicado em 01/07/2013 | por Mestre

Defensoria Pública RJ

Edital com 311 vagas está confirmado para Agosto….
Apesar de a Assessoria de Imprensa da Defensoria Pública Geral do Estado do Rio de Janeiro (DPGE-RJ) ter anunciado para agosto a divulgação do edital do concurso para o quadro de apoio, a comissão da seleção ainda não foi definida. Entretanto, a assessoria confirmou que o prazo de 60 dias (a contar de meados de junho) para a liberação do edital do concurso, que ofertará 311 vagas, está mantido, e o documento será lançado em agosto. Ainda segundo o setor, já foi iniciado o processo de licitação para a escolha da organizadora.
Com a minuta do edital pronta, o segundo concurso para servidores da Defensoria oferecerá oportunidades para os níveis médio e superior. A seleção, que é aguardada com ansiedade, é o sonho de muitos que desejam ingressar na carreira pública e ter estabilidade. Do total das vagas, 251 serão para técnico superior jurídico, para graduados em Direito; 50 para técnico superior especializado, cujas áreas ainda não foram informadas; e dez imediatas para técnico médio, aos que possuem nível médio completo. Haverá ainda formação de cadastro de reserva, conforme informou a assessoria.
A remuneração é de R$2.944 para o nível médio e de R$3.589 para o superior. Apesar de as áreas para o cargo de técnico superior especializado não terem sido informadas pela assessoria do órgão,  o anexo da Lei nº 5658/10, que estabelece a estruturação do quadro de apoio, prevê oportunidades para graduados em Informática, Engenharia, Contabilidade, Assistência Social, Psicologia, Biologia, Biblioteconomia, Comunicação Social, Administração e Economia e Estatística.
Ainda que a banca organizadora não tenha sido definida, os futuros candidatos já podem se preparar com base no último concurso, realizado em 2010 pelo Centro de Produção da Uerj (Cepuerj). Para o cargo de técnico superior jurídico, com maior número de vagas na nova seleção, foram cobrados conteúdos de Língua Portuguesa, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Processual Civil, Direito Civil, Direito Processual Penal, Direito Penal e Legislação. Português teve o maior número de questões (16) e foi o primeiro critério para desempate e classificação final. Já para os técnicos (nível médio), a prova constou de questões sobre Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Teoria Geral de Processo, Legislação, Informática e Língua Portuguesa. Foram aprovados os que alcançaram pelo menos 70 pontos ou mais.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑