Notícias 06082013-MPU-–-Edital-nos-próximos-dias

Publicado em 06/08/2013 | por Mestre

MPU – Edital nos próximos dias

O edital do concurso de técnico e analista (diversas especialidades) do Ministério Público da União (MPU) não deverá demorar muito mais tempo para ser divulgado, sobretudo, agora, que após a publicação do resultado final e homologação da seleção para analista processual, o Departamento de Recursos Humanos do órgão poderá concentrar os esforços somente neste novo certame. A expectativa é de que o edital do novo concurso, que deverá oferecer cerca de 280 vagas, além do cadastro de reserva, seja publicado ainda nesta primeira quinzena de agosto. As oportunidades contemplarão todo o Brasil, com lotação de acordo com a necessidade do cargo em cada estado. Atualmente, os técnicos (médio ou médio/técnico) do MPU têm remuneração de R$5.285,16, enquanto os analistas (superior em várias áreas) recebem R$8.216,55.

Segundo informações do presidente da comissão de concurso, procurador Bruno Calabrich, os aprovados poderão ser convocados para qualquer um dos ramos que compõem o MPU, havendo, no entanto, a possibilidade de a maior parte dos concursados serem nomeadas para o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT), onde a demanda de pessoal é maior. O órgão ainda é formado pelo Ministério Público Militar (MPM) e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Embora a oferta de vagas do concurso não seja elevada, os candidatos não devem desanimar, uma vez que o MPU tradicionalmente convoca muito mais aprovados do que o número inicial de vagas. O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade empregatícia. O processo seletivo deverá constar de provas objetivas, práticas (somente para as especialidades de técnico) e discursivas (exclusivamente para funções de analista). A expectativa é que o programa sofra algumas atualizações visando a sua adequação às atribuições do cargo. As provas deverão ser aplicadas em outubro.

Analista processual – Na última segunda-feira, dia 5, o MPU divulgou o resultado final da perícia médica dos candidatos que se declararam deficientes e o resultado final do concurso para o cargo de analista processual. As respostas aos recursos impetrados contra o resultado provisório da perícia médica pode ser consultado no site do Cespe/UnB, organizadora da seleção. A seleção visa ao preenchimento de 147 vagas, sendo 109 de técnico administrativo (nível médio) e 38 de analista processual (superior em Direito), mais cadastro de reserva. Os vencimentos são de R$5.285,16 e R$8.216,55, respectivamente. O certame tem validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Mesmo sem o edital liberado, os candidatos podem e devem começar a se preparar. O professor dá algumas dicas. “Primeiramente, eles devem estudar pela última prova do MPU, realizada este ano. Depois, pelas avaliações de outros órgãos, organizadas também pelo Cespe, para que eles tenham a noção de como a banca trabalha.” Ele recomenda também que os alunos foquem na resolução de exercícios e façam resumos. E para não haver um desgaste dos concurseiros, o ideal é que eles estudem intercalando matérias a cada dia, no máximo de tempo que ele dispor. Na hora da prova, o candidato deve ter bastante atenção, pois, como conta Geraldo Neto, o Cespe costuma preparar algumas questões de duplicidade que induzem ao erro, como, por exemplo, a troca de palavras. Por fim, o professor dá um conselho essencial. “O caminho até a aprovação é longo. Por isso, manter o foco e não desistir do objetivo é primordial. Os candidatos não podem desanimar, desestimular.”

Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑