Fiscal 27-08-05-05

Publicado em 20/04/2016 | por Mestre

EXCLUSIVO IBGE! Reveja prova de técnico, com gabarito extra-oficial

Foi em clima de bastante tranqüilidade que os candidatos que concorrem ao cargo de técnico de nível médio para o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística, IBGE, fizeram o exame no Instituto de Educação na Tijuca neste domingo 17 de abril. Felizmente, as manifestações pró e contra Impeachment não atrapalharam a chegada dos participantes ao local de prova. O número de faltosos ainda não foi divulgado. Os gabaritos preliminares serão liberados na terça, dia 19, e poderão ser consultados aqui na FOLHA DIRIGIDA Online. Será aprovado quem conseguir acertar 40% da prova, sem zerar nenhuma disciplina. Quem discordar das respostas poderá recorrer, no site da FGV, entre os dias 20 e 22.

Enquanto aguardam o gabarito oficial preliminar, os candidatos a técnico do IBGE podem, nos anexos abaixo, rever a prova Tipo 3 AMARELA e conferir o gabarito extra-oficial, elaborado por uma equipe reunida pela FOLHA DIRIGIDA: Alexander Ruas e Carlos Henrique (do Curso Multiplus, sobre as questões de Matemática / Raciocínio Lógico), Vitor Augusto (do curso Flávia Rita/MG, respondendo às questões de Geografia / Atualidades), Wanderson Feitosa (do Multiplus, Língua Portuguesa) e Aline Moreira (Conhecimentos do IBGE, também professora do curso Flávia Rita/MG).

A Fundação Getulio Vargas, organizadora do concurso, buscou alocar os candidatos nos locais mais próximos às suas residências. A maior parte dos participantes seguiu a recomendação da organizadora em chegar com uma hora de antecedência. Entretanto, houve candidatos que confundiram o local de prova e por isso acabaram chegando a poucos minutos para o início das provas. Uma participante entrou às 12h58, faltando apenas dois minutos para o fechamento dos portões. Houve ainda três candidatos que chegaram após o fechamento, que foi exatamente às 13h, como previsto no edital.

O concurso, que ocorre simultaneamente em 165 cidades, de todas as regiões do país, visa a preencher 460 vagas para técnico em informações geográficas e estatísticas (nível médio, com remuneração de R$3.556,85). No Estado do Rio de Janeiro foram inscritas 68.04 pessoas, só na capital o número ultrapassou 40 mil. Em todo o país o total foi de 476.437 candidatos às vagas de 2º grau. As contratações serão feitas sob o regime estatutário, que garante estabilidade.

Os exames tiveram início às 13h, mas os primeiros candidatos só puderam sair após as 15h. E somente após as 16h foi permitida a saída com o caderno de provas. O exame de caráter eliminatório e classificatório foi composto por 60 questões objetivas que testaram os candidatos em Língua Portuguesa (20), Matemática (15), Geografia (15) e conhecimentos do IBGE (10). De acordo com o edital, os gabaritos serão divulgados na terça-feira (19). Já o resultado final poderá ser consultado a partir de 11 de maio. Confira abaixo alguns depoimentos de concorrentes que fizeram a prova neste domingo.

“Eu vim confiante, me preparei bem. Fiz cinco meses de cursinho. Mas posso garantir que não é uma prova fácil.” Jonathas Silva, 35 anos.

Eu vim tentar uma boa oportunidade para começar a vida. Estou nervosa, mas sinto que estou preparada” Letícia Tavares, 17 anos.

“Como eu sempre busquei estabilidade, resolvi tentar. Comecei os estudos antes mesmo de abrir o edital oficialmente” Adriana Santos, 38 anos.

“Quem estudou, acertou. As questões estavam com nível de dificuldade do Enem, bem ensino médio mesmo. Só sou contra a tantas questões de interpretação de texto.” Damião Gonçalves, 25 anos.

“Eu quero estabilidade. Tenho um bom cargo na minha empresa, mas tudo é incerto. Ainda mais na atual situação do país.” Santo Braga, 40 anos.

“As questões de matemática me complicaram. Mas acredito ter ido bem nas outras matérias” Alessandra Vieira, 39 anos.

“Fiz a prova tranqüilo. O edital foi bem amplo e me auxiliou bastante no conteúdo a ser estudado” Daniel Vieira, 21 anos.

Foco na estabilidade e possibilidade de ascensão

Na tarde deste domingo, 17, o calor intenso e o trânsito agradável formaram a ocasião perfeita para a prova do concurso público do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As provas foram distribuídas por todo RJ. Na cidade do Rio, uma das unidades foi o Centro Educacional Augusto Motta (UNISUAM), de Bonsucesso. A aplicação da prova ocorreu tranquilamente, sem registro de atraso. O último concorrente chegou à rua da faculdade correndo, cena que arrancou aplausos de todas as pessoas que ali estavam. Deu tempo. O jovem cruzou os portões exatamente às 13h.

As provas desse domingo foram para o cargo de técnico, para concorrentes de nível médio, porém nem só de ensino médio foi composto o quadro de concorrentes. As provas para o nível superior foram aplicadas no domingo anterior, 10 de abril. Muitas pessoas de nível superior também arriscaram a vaga de nível médio. Como no caso de Mauricio Vieira de Araujo, 50 anos e técnico em automação, atuante na área desde a formação, mesmo não sendo do seu nível de escolaridade, ele resolveu arriscar seus conhecimentos na prova do técnico do IBGE. “Conciliar trabalho e estudos é complicado, mas eu mantive 2h de estudos por dia e estou confiante. Tudo em busca da minha estabilidade financeira.”

Junto com os participantes, muitos familiares estavam ali para fazer companhia até o final da avaliação, assim como Victor Manuel, de 49 anos, padrasto de Tamara dos Santos Rosa, que sempre acompanha sua enteada nas provas. Ele, na verdade, acha fundamental a presença dos familiares nesse processo de evolução de seus membros. “Ela é casada e tem a familia dela, mas eu acho importante estar perto, faço questão de trazer e buscá-la sempre.”

Já as irmãs Thayane Regina, de 23 anos, e Thaynara Regina, de 18, foram juntas até o local de prova, – a mais velha servindo de bom exemplo para a mais nova e mostrando o caminho de concurseiro. Thayane é recepcionista e já trabalha na área, mesmo assim busca sua estabilidade em concurso. Ela se mostrou confiante, pois acredita ter estudado o suficiente. “Como o IBGE nos oferece um ótimo plano de carreira, meu objetivo é crescer dentro da instituição. Além, é claro, de garantir a minha estabilidade,” afirmou Thayne.

BANNERBLOG


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑