Administrativa no image

Publicado em 23/10/2012 | por Mestre

Ibama

Candidatos  perdem por causa do horário de verão

Candidatos ao concurso do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foram impedidos de realizar as provas na tarde deste domingo (21), em Salvador, após chegarem aos locais de aplicação no horário local, às 13h. De acordo com o edital do concurso, o exame seria realizado às 14h, seguindo o horário de Brasília, que foi antecipado em uma hora a partir deste domingo por causa do horário de verão.

Elivelton de Jesus Araújo foi um dos candidatos que não conseguiu fazer a prova na Universidade Federal da Bahia (Ufba), em Ondina. “Cheguei às 13h30 e encontrei um dos portões fechados, consegui entrar pelo outro portão, mas o supervisor não deixou eu entrar na sala. Fiquei surpreso porque Salvador não entrou no horário de verão. Muita gente perdeu, reunimos telefones e e-mails de cerca de 30 pessoas e vamos procurar um advogado para saber quais medidas podem ser adotadas. Me preparei muito tempo para esse concurso, estudava até a madrugada”, lamenta Elivelton.

A Central de Polícias também registrou tumulto na tarde deste domingo no Colégio Estadual Hamilton Lopes, em Água de Meninos. De acordo com as informações, uma equipe da Polícia Militar chegou a ser acionada para conter os ânimos dos candidatos que não puderam participar da seleção.

A Cespe, empresa que organiza a seleção, reforçou que o horário da aplicação das provas estava claro no edital e que cabe aos candidatos ficarem atentos às informações divulgadas.

O concurso público do Ibama seleciona 300 pessoas para o cargo de técnico administrativo, sendo 21 reservadas aos candidatos portadores de deficiência. A remuneração é de R$ 2.580,72 para jornada de 40 horas semanais. As provas objetivas têm duração de 3 horas e 30 minutos.

As vagas estão distribuídas entre as cidades de Belém, Boa Vista, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Palmas, Porto Velho, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, Teresina e Vitória. O maior número de vagas (140) é para Brasília. Em seguida vem o Pará, com 22 vagas, e Mato Grosso do Sul, com 18 vagas.

Os candidatos aprovados serão alocados nas unidades descentralizadas (superintendências, gerências executivas, unidades avançadas, centros especializados) e na administração central do Ibama. Os aprovados terão lotações e exercícios definidos pelo Ibama.

Fonte: Folha Dirigida

Tags:


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑