Categorias no image

Publicado em 02/10/2012 | por Mestre

Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

Ministério aguarda autorização
O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) requisitou a contratação de 2.487 profissionais, por intermédio de dois pedidos de concurso público. As solicitações estão sob análise do Ministério do Planejamento (MPOG). A maior parte das vagas é para a área de apoio. Nesse segmento, o órgão quer novos 1.858 servidores. Desse total, 1.600 são para o cargo de agente administrativo, que exige o nível médio e proporciona remuneração de R$2.460,42, sendo R$1.568,42 de salário-base, R$588 de Gratificação de Desempenho da Carreira da Previdência, da Saúde e do Trabalho (GDPST) e R$304 de auxílio-alimentação.
As 258 vagas restantes pedidas para área de apoio são para os graduados. O MTE solicitou 64 oportunidades para técnico em Assuntos Educacionais, 60 para administrador, 60 para assistente social, 60 para contador, sete para técnico em Comunicação Social, três para bibliotecário, três para economista e uma para sociólogo. O MTE também pediu 629 vagas para o cargo de auditor-fiscal, que tem como requisito o nível superior, independentemente da área de formação. Os rendimentos são de R$13.904, sendo R$304 referente ao auxílio-alimentação.
Segundo estudo elaborado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas e Aplicadas (Ipea), em parceria com o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), para efetivar com eficiência a fiscalização do trabalho, o MTE tem que contratar 5.273 e 5.798 auditores até 2016.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑