Dicas no image

Publicado em 27/06/2012 | por Mestre

PF

Dicas para o novo concurso da PF

Foram abertas na semana passada as inscrições para mais um concurso para a Polícia Federal, com 3 editais diferentes. São 350 vagas para escrivão, 100 para perito e 150 para delegado. O concurso anterior para esses cargos aconteceu em 2009 (escrivão) e 2004 (perito e delegado), motivo pelo qual a procura deverá ser bastante grande, já que existe uma demanda reprimida de muitos anos. As inscrições podem ser feitas até o dia 9 de julho.

É muito comum que o candidato que escolhe a carreira policial esteja em busca da realização de um sonho. E a Polícia Federal oferece essa oportunidade com alguns dos melhores salários da área de segurança pública. No edital, por exemplo, os salários são de R$ 7.514,33 para escrivão e de R$ 13.368,68  para perito e delegado.

A PF está com outro concurso em andamento para agente e papiloscopista.

Formação
Para este novo concurso é exigida a graduação de nível superior para o cargo de escrivão e, nesse caso, quem possui diploma de tecnólogo registrado no MEC atende ao requisito (lembramos que o curso de tecnologia é graduação de nível superior).

Já para o cargo de perito, são exigidas formações específicas conforme a área de atuação e isso inclui desde a área de contabilidade e economia, passando por diversas especialidades da engenharia, ciências da computação, geologia, química, biologia , até medicina, odontologia e farmácia.

Para concorrer a uma vaga de delegado é exigida a graduação em direito. Todos os cargos exigem Carteira Nacional de Habilitação, categoria B, no mínimo.

Quem pretende começar a empreitada agora precisa ter ciência de que os conteúdos são extensos e o nível de exigência das provas deve ser elevado. Mas, sempre é tempo de iniciar a preparação, ainda mais que é aguardado para breve o concurso para a Polícia Rodoviária Federal, que também deverá aproveitar muitas matérias dos concursos da polícia federal – o núcleo comum da área de segurança pública de nível superior.

A resolução de provas de concursos anteriores para a polícia federal e de outros concursos realizados pelo Cespe-UnB (banca organizadora do atual concurso) é essencial para todos os candidatos. Isso possibilita um ajuste no foco e profundidade do estudo, além de ajudar a preparar o candidato em relação ao estilo de questões que deverá enfrentar.

As provas objetivas constarão de 120 itens para julgamento no estilo “certo e errado” e estão previstas para o dia 19 de agosto para todos os cargos. Como é praxe nas provas elaboradas pelo Cespe-UnB, cada marcação incorreta valerá 1 ponto negativo.

Haverá, ainda, prova discursiva para todos os cargos, na mesma data. Terão suas provas discursivas corrigidas os candidatos aprovados e classificados conforme critérios específicos de cada edital.

Fonte: Lia Salgado (colunista do G1, é fiscal de rendas do município do Rio de Janeiro, consultora em concursos públicos)

Tags: , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑