Dicas no image

Publicado em 27/11/2012 | por Mestre

PM / RJ

Oferta de 6 mil vagas para quem tem o 2º grau

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende abrir cinco concursos em 2013, destinados ao preenchimento de 6.965 vagas, 6 mil delas para soldado, que requer o nível médio. A previsão é que essa seleção seja aberta a partir de janeiro. A corporação planeja o reforço no efetivo, considerando, principalmente, a programação de instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), assim como os megaeventos internacionais programados até 2016. As outras oportunidades serão para cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60).

Para soldado, além do nível médio, é exigida carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. Para as vagas de cabo auxiliar de saúde o requisito é nível médio/técnico completo. Já para oficial de saúde é preciso ter o nível superior. E para sargento músico, o médio. Além da escolaridade exigida, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos, exceto os médicos, cujo limite é 35 anos. A altura mínima exigida para as funções é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens.

O concurso para soldado da PM-RJ é um dos mais aguardados para 2013, por isso é fundamental que o candidato esteja bem preparado. A rotina de estudo deve ser intensa. É importante elaborar um roteiro de estudos que não aglomere as disciplinas. O ideal é focar em um plano de estudos diversificado e manter-se atento aos acontecimentos, a fim de adquirir uma boa base de ideias para a redação.

O especialista falou sobre a importância dos futuros candidatos se prepararem com antecedência, mesmo sem saber qual é a organizadora. Estudar antes garante a vantagem intelectual para o indivíduo, entretanto, isso não deve ser motivo para que ele enfraqueça sua rotina ao longo da preparação. Ele deve estudar inicialmente no seu ritmo normal, contudo deverá intensificar logo que sair o edital. O candidato deve seguir as regras do edital anterior, pois o conteúdo programático pouco muda. A variação tem mais relação com a forma como cada banca avalia aquele mesmo assunto, umas são mais técnicas, outras são mais interpretativas, por exemplo. Na dúvida, é melhor tentar afinar todas as habilidades.

Fonte: Folha Dirigida


Tags: , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑