Dicas no image

Publicado em 10/12/2012 | por Mestre

PM / RJ

Edital para soldados será divulgado em Janeiro…
A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende abrir concurso em janeiro de 2013, destinado ao preenchimento de 6 mil vagas de soldado. De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças, tenente-coronel Roberto Vianna, a previsão é que as inscrições sejam feitas até fevereiro, e que as provas teóricas ocorram em maio. A ideia é que as demais etapas aconteçam de julho a setembro, e a incorporação dos selecionados, em outubro. “Os novos soldados deverão começar a trabalhar em abril de 2014, após o curso de formação, com duração de seis meses”, afirmou o chefe do CRSP, em recente entrevista.
Para soldado, além do nível médio, é exigida carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. O salário atual, de R$1.922,76, passará em fevereiro de 2013 para R$2.382,89. Além disso, são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) ou trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$500 para os praças). Além da escolaridade exigida, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens. “Aqueles que passarem no concurso público receberão assistência médica hospitalar, incluindo os dependentes, alimentação, fardamento, promoção, pensão policial militar, transferência a pedido para a reserva remunerada, férias, afastamento temporário e licenças, porte de armas e Regime Adicional de Serviço”, explicou o tenente-coronel.
De acordo com o chefe do CRSP, as maiores causas de reprovação nos exames são: obesidade e altura baixa (antropométrico), apatia, agressividade e descontrole emocional(psicológico), problemas relacionados a Cardiologia, Oftalmologia e Ortopedia (médico), falta de vigor físico e treinamento específico, especialmente na tração da barra e na flexão (físico) e falta de documentos e omissão de informações (social). O recrutamento, que é realizado no CRSP, consiste em prova escrita, exames (antropométrico, físico, médico, psicológico, social e documental e toxicológico). A corporação planeja o reforço no efetivo considerando, principalmente, a programação de instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), assim como os megaeventos internacionais, programados até 2016.
Área de Saúde da corporação: editais em fevereiro e março para 770 vagas

Profissionais da área de Saúde que desejam ingressar na carreira militar devem intensificar os estudos. Isso porque a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) planeja a realização de concursos para 770 vagas, sendo 690 de cabo auxiliar de saúde e 80 de oficial de saúde, para ambos os sexos. Os editais estão previstos para fevereiro e março de 2013, respectivamente. Para as vagas de cabo auxiliar de saúde o requisito é nível médio/técnico específico. As oportunidades serão para auxiliares de enfermagem e de odontologia, mas outras carreiras podem ser incluídas, como técnicos em Veterinária, Massoterapia e Prótese Dentária, entre outras. A distribuição das vagas também ainda não foi definida. Para cabo auxiliar de enfermagem, o salário atual é de R$2.211,19, e em fevereiro próximo passará para R$2.744,65.
O último concurso para cabo auxiliar de saúde da PM-RJ foi aberto em 1998, para 263 vagas, sendo 169 de auxiliar de enfermagem. Puderam participar candidatos com nível médio/técnico na área, idade entre 21 e 28 anos, altura mínima de 1,60m (mulheres) ou de 1,68m (homens) e peso proporcional à altura. De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Vianna, as exigências de idade e altura foram modificadas e agora, poderão participar aqueles que tenham entre 18 e 30 anos e 1,60m (mulheres) e 1,65m (homens).
Na ocasião, os participantes foram avaliados por meio de uma prova objetiva, com 40 questões (dez de Língua Portuguesa, dez de Noções de Matemática e 20 sobre Conhecimentos Técnico-Profissionais Específicos), e uma redação. Ainda houve exame antropométrico, psicológico, de saúde, teste físico, investigação social e documental. Os classificados foram lotados em hospitais ou policlínicas da PM.
“Deveríamos ter 826 cabos auxiliares de saúde, mas só contamos com 134. Um déficit de 692. Proporcionalmente, talvez seja o nosso déficit mais elevado. Então, há necessidade dessas 690 vagas, e esperamos que isso atraia um grande público, porque é um serviço que sempre teve uma grande procura. O último concurso teve mais de 20 mil candidatos. Esperamos um número muito superior a esse”, afirmou o tenente-coronel Roberto Vianna.
Já para oficial de saúde, cuja escolaridade é o nível superior, serão abertas vagas de médico, psicólogo, nutricionista, enfermeiro e veterinário, e outras funções poderão ser incluídas. As vagas da Saúde serão para o Rio, Niterói e policlínica de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O salário é de R$4.880,22, e em fevereiro de 2013 passará para R$6.057,60. Estão incluídas as gratificações. Além da escolaridade exigida, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos, exceto os médicos, cujo limite é 35 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens.
Outras áreas – Para fevereiro está previsto concurso para 135 vagas de sargento músico, e para o mês seguinte, edital para 60 vagas de oficial combatente.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑