Dicas no image

Publicado em 21/12/2012 | por Mestre

PM / RJ

A intenção é liberar edital para soldado até Março…..
O edital do concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), anteriormente previsto para janeiro, deverá ser liberado até março, pois a Diretoria Geral de Pessoal da corporação solicitou uma reavaliação dos números de todas seleções da corporação programadas para 2013. Em princípio, as oportunidades são para soldado (6 mil), cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60).
De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento de Seleção de Praças (CRSP) da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Vianna, o estudo que apontava a necessidade de abertura de concursos para 6.965 vagas em diversos cargos foi elaborado em maio e, por isso, já está defasado. Em virtude disso, é possível que a oferta de vagas seja alterada para mais ou para menos. A PM-RJ pretende enviar em janeiro novo ofício à Secretaria Estadual de Planejamento (Seplag), para autorizar os concursos com o quantitativo que será definido.
Para o diretor pedagógico da Academia do Concurso, professor Paulo Estrella, o atraso é positivo para os candidatos, pois assim terão mais tempo para estudar e praticar exercícios.
“O canditato deve encarar como algo benéfico, pois quem já começou a estudar ganhará mais tempo, e para os que ainda vão começar será uma boa oportunidade. O que não poderá ocorrer é a interrupção do processo de estudos”, afirmou.
O professor acredita que o número de vagas para soldado deverá ter aumento, devido à necessidade de reforçar o efetivo, considerando, principalmente, a programação de instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), assim como os megaeventos internacionais, programados até 2016. A organizadora dos concursos não foi definida ainda, mas como o IBFC aplicou a prova para oficial, são grandes as chances dele também ser responsável pela seleção para soldado#mce_temp_url#. “É uma banca muito técnica, que elabora questões diretas, com enunciados não muito longos”, justificou o professor.
Paulo Estrella fala sobre a importância dos candidatos se prepararem também para os exames físicos. “O treinamento para essa prova deve ser feito juntamente com a preparação para a prova escrita”, destacou.
Para o professor, não treinar para as provas físicas tem sido um dos principais erros dos candidatos. “Cerca de 50% dos aprovados nas provas teóricas perdem o concurso na prova física. As duas preparações devem ocorrer ao mesmo tempo”, encerrou.
O cargo de soldado exige nível médio e carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. Para as vagas de cabo auxiliar de saúde o requisito é nível médio/técnico completo. Já para oficial combatente, pede-se nível médio. No caso de oficial de saúde, é preciso ter feito curso superior, e para sargento músico é exigido o nível médio. Para todas as funções, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos, exceto os médicos, cujo limite é 35 anos.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑