Dicas no image

Publicado em 07/01/2013 | por Mestre

PM / RJ

Governador volta a garantir abertura de concurso para soldado….
O governador Sérgio Cabral voltou a garantir na última quinta-feira, dia 28, que o concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) será realizado já no primeiro trimestre de 2013. “Nós continuaremos a promover concursos para contratação de pessoal, pois as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e os batalhões carecem de efetivo, apesar de termos avançado nos batalhões com o Regime Adicional de Serviço (RAS)”, enfatizou. O governador confirmou a oferta de 6 mil vagas, e ainda afirmou que o quantitativo poderá ser ampliado. “Como certamente teremos um banco de aprovados superior a esse número, como no último concurso, poderemos também até utilizar a mais”, afirmou.
De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento de Seleção de Praças (CRSP) da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Vianna, o estudo que apontou a necessidade de abertura de concursos para 6.965 vagas em diversos cargos será reavaliado nos próximos dias, conforme solicitou a Diretoria Geral de Pessoal da corporação. Em virtude disso, apesar de o governador ter garantido 6 mil vagas para soldado, é possível que a oferta de seja alterada para mais ou para menos. A PM-RJ pretende enviar até este mês novo ofício à Secretaria Estadual de Planejamento (Seplag), para autorizar os concursos com o quantitativo que será definido.
Para soldado, além do nível médio, é exigida carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. O salário atual, de R$1.919,74, passará, em fevereiro de 2013, para R$2.382,89. Além disso, são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) ou trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$500 para os praças). Além da escolaridade exigida, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens.
O último concurso para soldado da PM-RJ foi aberto em 2010, para 3.600 vagas, mas foram convocados 13 mil aprovados. A organização foi feita pelo CRSP, da própria PM. Na ocasião, os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, sobre Direitos Humanos, Legislação de Trânsito, Informática, Noções de Sociologia, História do Brasil, Geografia do Rio de Janeiro e Língua Portuguesa. Os aprovados no exame objetivo foram submetidos a uma redação. Ainda houve exame antropométrico, exames médicos, testes físicos, investigação social e documental e o curso de formação, com duração de seis meses.

Programação de mais quatro concursos

Além das vagas para soldado, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende abrir outras 965 vagas, sendo 690 para cabo auxiliar de saúde, 135 para sargento músico, 80 para oficial de saúde e 60 para oficial combatente. O comandante-geral da PM-RJ, coronel Erir Ribeiro da Costa Silva, confirmou, no último dia 20, a realização das seleções em 2013. Para as vagas de cabo auxiliar de saúde, o requisito é nível médio/técnico completo. As oportunidades serão para auxiliares de enfermagem e de odontologia, mas outras carreiras podem ser incluídas, como técnicos em Veterinária, Massoterapia e Prótese Dentária, entre outras. A distribuição das vagas também ainda não foi definida. Para cabo auxiliar de enfermagem, o salário atual é de R$2.211,19, e em fevereiro passará para R$2.744,65.

Para o 3º sargento músico, a escolaridade é o ensino médio, mais formação na área musical. O salário em fevereiro será de R$3.626,94. Para o oficial combatente, a escolaridade é o ensino médio. Em fevereiro, o 2º tenente da PM ganhará R$4.296,25. Para os oficiais do quadro de saúde, a exigência será o ensino superior na área de formação. Serão abertas vagas de médico, psicólogo, nutricionista, enfermeiro e veterinário, e outras funções poderão ser incluídas. As vagas da Saúde serão para o Rio, Niterói e policlínica de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O salário do 1º tenente médico é de R$4.880,22, e em fevereiro passará para R$6.057,60. Além da escolaridade exigida, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos, exceto os médicos, cujo limite é 35 anos. A altura mínima exigida para as funções é de 1,60 m, para mulheres, e de 1,65 m, para homens.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑