Categorias no image

Publicado em 02/04/2013 | por Mestre

PM / RJ

Organizadora do concurso nos próximos dias….
Deverá ser anunciada oficialmente, nos próximos dias, a organizadora do concurso para 6 mil vagas de soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ). Os candidatos devem acelerar os preparativos, já que tão logo seja assinado o contrato com a instituição – cuja escolha está para ser aprovada pela Diretoria Logística da corporação – o edital deverá ser publicado em poucos dias.
Em paralelo a isso, a PM-RJ também está discutindo junto ao governo do estado quantas vagas serão destinadas às mulheres nesta seleção. Segundo o Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) já autorizou a abertura da seleção para 6 mil vagas.
Apesar destas pendências, o edital já foi finalizado, seguindo o modelo de etapas de seleção do último concurso, em 2010, com provas objetivas e redação, além testes psicológico, físico, antropométrico, médico, social e toxicológico.
No entanto, o CRSP informou que os interessados devem estar muito bem preparados, já que as exigências para aprovação provavelmente serão ampliadas. Agora, será necessário a obtenção de 50% de acertos em Língua Portuguesa e 40% nas demais matérias. No concurso anterior, em 2010, bastou 50% de rendimento médio no exame objetivo e na redação, não podendo obter nota zero em nenhuma disciplina.
Na ocasião, os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas sobre Direitos Humanos, Legislação de Trânsito, Noções de Informática, Sociologia, História do Brasil, Geografia do Rio de Janeiro e Língua Portuguesa.
Para participar da seleção é preciso ter o nível médio completo, e carteira de habilitação de, no mínimo, categoria “B”. Além disso, são requisitos da PM ter altura mínima é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens.
O soldado da PM tem vencimento inicial de R$2.382,89, cujos ganhos podem ultrapassar R$5 mil, devido às gratificações para quem faz o curso de qualificação (R$350) ou atua na Unidade de Polícia Pacificadora (R$500 para os praças) e trabalhos durante a folga.
Segundo a corporação, os soldados que trabalham durante a folga, no sistema de Regime Adicional de Servio (RAS) recebem ainda, por oito horas/dia, o valor de R$150 e, por 12 horas/dia, R$225. São permitidos oito RAS por mês.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑