Notícias no image

Publicado em 05/04/2011 | por Mestre dos Concursos

Polícia Civil São Paulo

O edital para o concurso de 220 vagas de agente de telecomunicações da Polícia Civil de São Paulo (PC-SP) deverá ser publicado nos próximos dias. O documento está pronto e sob a avaliação do delegado geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro Lima. A previsão era de que o documento fosse publicado na semana passada, mas o delegado geral convocou reunião com o delegado divisionário de Concursos Públicos da Academia de Polícia (Acadepol), Júlio Guebert, para a última sexta-feira, dia 1º, com o intuito de fazer os últimos ajustes no edital. Os interessados deverão ter o ensino médio completo. O salário inicial é de até R$2.441,38.
As vagas serão destinadas a todo o estado, mas não serão seccionalizadas. O delegado geral explicou que os policiais devem estar prontos para trabalhar em qualquer localidade do estado onde haja necessidade. A publicação inicialmente estava prevista para ocorrer no final de 2010. No entanto, houve entraves de ordem técnica, pois as inscrições, anteriormente realizadas por meio do endereço eletrônico da Nossa Caixa, tiveram de ser desenvolvidas por outra empresa, pois a instituição financeira foi adquirida pelo Banco do Brasil em 2008. Agora, o sistema de inscrições está sob a responsabilidade do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), ficando a cargo do Banco do Brasil somente o recolhimento da taxa.

O delegado divisionário de Concursos Públicos da Academia de Polícia (Acadepol), Júlio Guebert confirmou que o processo seletivo contará com duas fases: prova preambular e prova oral, além do teste de aptidão física e do teste psicotécnico, que não são eliminatórios. Guebert também disse que o conteúdo programático incluirá idioma estrangeiro (Inglês ou Espanhol, escolhido no momento da inscrição) e as disciplinas previstas na Resolução 182/08, como noções de Direito (com ênfase em Direitos Humanos), Lógica, Informática e Criminologia. Além destas, serão cobradas Língua Portuguesa e Atualidades. A taxa de inscrição deverá ser R$38,39. O salário varia de acordo com o local de atuação. Os agentes que trabalharem em cidades com até 500 mil habitantes receberão inicial de R$2.246,38; em cidades com número superior, aumentará para R$R$2.441,38. Quando iniciarem suas atividades profissionais, os agentes receberão o adicional insalubridade de R$372, o que eleva os ganhos para R$2.618,38 e R$2.813,38, respectivamente. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.
Segundo o delegado geral, a Polícia Civil busca um perfil dinâmico para o agente de telecomunicações, que não deve ser somente um especialista em operar rádio. “O agente de telecomunicações tem de ter total capacidade de dirigir uma viatura, de abordar uma pessoa, de prender uma pessoa, de socorrer. O que nós temos de entender é que quando um cidadão pensar em ser policial a primeira coisa que vai aprender é que está não arrumando um emprego e sim que está assumindo a responsabilidade de servir a sociedade. Se esse funcionário não tiver essa percepção, nunca será um bom profissional, um bom policial”, explica Marcos Carneiro Lima. O último concurso, que aconteceu em 2005, reuniu 58.635 inscritos, que disputaram 317 vagas. Na época, foram solicitadas disciplinas como Língua Portuguesa, História, Geografia e Informática.

FONTE: Folha Dirigida

Tags: , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑