Categorias no image

Publicado em 02/05/2013 | por Mestre

Polícia Federal

Retomada do concurso sofre atraso, mas ainda pode acontecer nesta semana….
Segundo informações da Coordenação de Recrutamento e Seleção (Corec) da Polícia Federal (PF), os editais de retificação, para a retomada do concurso para 600 vagas de escrivão, delegado e perito, deverão publicados até a próxima sexta-feira, dia 3, ou no início da semana seguinte. O atraso na publicação, que estava prevista para até esta terça, 30, se deve à necessidade de assinatura de termo aditivo junto ao Cespe/UnB, organizador do concurso, para a inclusão da etapa de avaliação por junta médica para os candidatos deficientes, que não está prevista no contrato assinado inicialmente.
A inclusão da etapa está relacionada ao cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que, em julho do ano passado, suspendeu a seleção por não reservar vagas a pessoas com deficiência. A suspensão é válida até que sejam publicados os editais de retificação, prevendo a reserva de vagas. O STF também esclareceu que os deficientes concorrerão em igualdade de condições com os demais e que a banca responsável pelo concurso poderá declarar a inaptidão de candidatos cujas deficiências impeçam o exercício das atribuições inerentes ao cargo para o qual estiverem concorrendo.
Ainda de acordo com o que foi passado pela Corec, o pequeno atraso na divulgação das retificação não deverá influenciar no cronograma das avaliações, que prevê provas objetivas e discursivas em julho. Como a PF já havia divulgado, todos os interessados em participar da seleção poderão se candidatar. Aqueles que já haviam se candidato poderão escolher entre continuar na seleção ou solicitar a devolução da taxa de inscrição e, no caso de prosseguirem na seleção, alterar a opção de local de prova e mudar a inscrição para concorrer às vagas para deficientes, se for o caso.
O cargo de escrivão é aberto aqueles que possuem o ensino superior completo em qualquer área e proporciona remuneração inicial de R$7.887,33, já com o auxílio alimentação, de R$373. Já o cargo de delegado tem como exigência o bacharelado em Direito, enquanto que no caso de perito, é necessária a formação superior em uma das áreas relacionadas no edital do cargo. Para ambos, os iniciais são de R$14.410,11 (com o auxílio). Em todos os casos, é preciso também possuir a carteira de habilitação, na categoria B em diante.
Etapas - As provas objetivas e discursivas serão realizadas em todas as capitais. A seleção também inclui exame de aptidão física, exame médico, prova oral (somente para delegado), avaliação psicológica, avaliação de títulos (para delegado e perito), prova prática de digitação (apenas para escrivão), investigação social e curso de formação. Os concursados serão lotados, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, e em unidades de fronteira, localizadas também no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. A validade do concurso será de um mês, podendo dobrar.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑