Categorias no image

Publicado em 12/06/2012 | por Mestre

Polícia Rodoviária Federal (PRF)

Novos concursosA Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, na última quarta-feira, dia 6, que já encaminhou ao Ministério do Planejamento o pedido de autorização de concursos para 1.571 vagas, distribuídas pelos cargos de policial rodoviário federal (superior) e agente administrativo (médio).  Para policial foram solicitadas 1.500 vagas e, segundo o departamento, a expectativa é que a autorização seja concedida até o fim deste ano e que o concurso seja realizado no primeiro semestre de 2013.
O cargo de policial rodoviário federal é destinado àqueles que possuem o ensino superior completo em qualquer área, além da carteira nacional de habilitação, na categoria B ou superior. A remuneração inicial é de R$6.108.95, incluindo auxílio-alimentação de R$304. No ano passado, a PRF anunciou que pretende preencher 4.500 vagas de policial em três anos, sendo 1.500 a cada ano. A ideia, no entanto, era que a primeira seleção acontecesse ainda em 2012. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, chegou a afirmar diversas vezes que um novo concurso seria aberto ainda este ano. Entretanto, a possibilidade de questionamentos judiciais por parte dos aprovados no concurso em andamento pode ter sido o responsável pelo adiamento.
O diretor parlamentar da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Renato Borges Dias, afirmou que o sindicato irá pressionar para que sejam chamados todos os aprovados no concurso que está sendo concluído este ano, após ter ficado paralisado por mais de dois anos (foi aberto em 2009) em função de fraude já apurada pelo Ministério Público Federal (MPF). Segundo Dias, são 1.478 aprovados ao todo. O sindicalista chegou a afirmar que o próprio departamento informou que já está garantida a contratação de pelo menos 375 excedentes (50% a mais do que as 750 vagas iniciais, conforme permite a legislação). No último dia 6, a PRF informou apenas que o pedido com esta finalidade já foi encaminhado ao Planejamento.
Outro pedido feito ao Ministério do Planejamento foi para a realização de concurso inédito para a área de apoio do departamento. A seleção será destinada à substituição de terceirizados irregulares, prevista em acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT), que tem prazo até 31 de dezembro deste ano para conclusão. Entretanto, foram solicitadas 67 vagas de agente administrativo (de nível médio, com iniciais de R$3.203,97, também com o auxílio), além de outras quatro para nível superior (o cargo não foi informado), no lugar das 260 vagas de agente administrativo que eram esperadas, mas que ainda precisam ser criadas por meio de projeto de lei que tramita no Congresso Nacional. As 71 vagas pedidas equivalem ao total de cargos vagos já existentes.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑