Categorias no image

Publicado em 06/06/2013 | por Mestre

PRF

Corporação deve abrir concurso este mês…
Deverá ser publicado nos próximos dias no Diário Oficial da União (DOU) o extrato do contrato celebrado entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Cespe/UnB para a organização do concurso para mil vagas de policial rodoviário federal. Após a publicação, o departamento estará apto a divulgar o edital de abertura do concurso. A intenção da PRF é que a divulgação aconteça ainda no início deste mês. O cargo de policial rodoviário federal é aberto a homens e mulheres que possuam o ensino superior completo em qualquer área e a carteira de habilitação, na categoria B em diante. Atualmente, a remuneração inicial oferecida é de R$6.479,81 (incluindo o auxílio-alimentação, de R$373). Mas já há reajuste acertado com o governo, aumentando o valor para R$6.791,25 em 2014 (com o auxílio).
Também já foi acordado aumento para 2015.
Além disso, está em discussão no Congresso Nacional a criação de uma indenização que poderá aumentar em até R$2 mil, aproximadamente, os ganhos mensais dos policiais lotados nas regiões de fronteiras, como deverá ser o caso da maioria dos novos concursados. Caso o edital seja divulgado nos próximos dias, como deseja a PRF, as provas do concurso deverão ser realizadas em agosto, observando-se apenas o intervalo mínimo de 60 dias a contar da publicação do edital, conforme prevê o Decreto 6.944/09. Como já informou o coordenador-geral de Recursos Humanos do departamento, Adriano Furtado, as provas serão realizadas em todas as capitais. O objetivo da PRF é realizar toda a primeira etapa da seleção ainda este ano, deixando apenas o curso de formação, que corresponde à segunda etapa, para o primeiro semestre de 2014. O motivo é que o departamento deseja contar com os novos policiais já no período da Copa do Mundo de futebol, que será disputada no país de junho a julho do ano que vem.
A primeira etapa do concurso deverá compreender provas objetivas, redação, exame de capacidade física, avaliação psicológica e avaliação de saúde, como na última seleção para o cargo, aberta em 2009. Como novidade, já foi informado que no concurso deste ano haverá avaliação de títulos, etapa apenas classificatória. Ao longo de toda a seleção, os candidatos ainda deverão ser submetidos a investigação social. Outra informação antecipada é que as disciplinas Direito Civil e Primeiros Socorros, cobradas em 2009, não irão integrar o programa do novo concurso. Entretanto, as mudanças ainda deverão ser discutidas com o organizador da seleção.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑