Administrativa no image

Publicado em 29/10/2012 | por Mestre

TRF 3ª Região

Edital deve ser publicado até Dezembro
Boa notícia para quem pretende ingressar no quadro de servidores da Justiça Federal em São Paulo. O edital do aguardado concurso para técnicos e analistas judiciários do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF 3ª), que engloba os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, deve ser divulgado, no mais tardar, em dezembro. A confirmação é do próprio presidente do órgão, desembargador Newton De Lucca, , no último dia 19, durante o lançamento da EPD Online, iniciativa da Escola Paulista de Direito. Para concorrer a técnico é necessário possuir ensino médio e para analista, nível superior. Os salários iniciais são de R$4.623 para técnicos e R$7.181,52 para analistas.
Como benefícios, os servidores recebem vale transporte, reembolso parcial de creche, participação na assistência médico-hospitalar, inclusive para dependentes, e adicional de qualificação. O edital já está em fase de elaboração e será publicado logo após a aprovação do Projeto de Lei 17/2012, que prevê um total de R$8,3 milhões para o órgão, além de outras verbas solicitadas para outros Tribunais, indispensáveis para a realização do concurso.
De acordo com o presidente do TRF, a votação do PL, que está na ordem do dia do Congresso Nacional, deve acontecer nos próximos dias. “Conversei com vários parlamentares da Comissão Mista de Orçamento. Além disso, o projeto 17/2012 já foi aprovado pelas comissões, faltando somente a a aprovação do plenário”, disse. “Isso ainda não ocorreu, acredito eu, em virtude da dificuldade de quorum parlamentar por causa das eleições”, diz.
O presidente destacou a importância do concurso não apenas para responder às necessidades imediatas, mas para atender às crescentes demandas do órgão, que passa por processo de expansão, através da criação de novas turmas recursais. “Mais do que acreditar, tenho a esperança de que iremos fazer esse concurso ainda este ano. Fico  muito a vontade de falar disso e pedir encarecidamente aos parlamentares que agilizem o andamento do PL, porque é fundamental para a Justiça Federal”, diz.
O número de vagas ainda será definido. Segundo responsáveis pelo setor de seleções do órgão, isso somente deverá ser confirmado quando estiver próxima a publicação do edital. “Essa definição ainda depende de uma série de remanejamentos, mas acredito que será um concurso muito atrativo para todos”, frisou De Lucca.
Além do número indicado no edital, muitas outras vagas poderão ser preenchidas, de acordo com as necessidades, durante o prazo de validade do concurso. No último, realizado em 2007, foram nomeados 356 servidores, embora a oferta inicial fosse de 191 vagas. Ao todo foram registrados 95.299 inscritos. A organizadora foi a Fundação Carlos Chagas (FCC).
Fonte: Folha Dirigida

Tags:


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑