Administrativa no image

Publicado em 19/02/2013 | por Mestre

TRF 3ª Região

Órgão pode ter até 640 vagas para preencher até 2014…..

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF 3ª), que engloba os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, deve contar com 640 vagas para preenchimento por meio de concurso público até meados de 2014, sendo 352 para  técnicos judiciários e 288 para analistas judiciários, por meio da inauguração de 32 novas varas. O quantitativo é decorrente da Resolução  102 de 2010, do Conselho de Justiça Federal, que cria 43 novas varas para o TRF da 3ª região. Destas, onze já foram inaguradas até o ano passado. Com isto, a tendência é de que as novas vagas sejam preenchidas por remanescentes do próximo concurso, cujo  edital está em fase adiantada de elaboração, previsto para ser liberado até março. Enquanto isso não
ocorre, servidores de outras regiões estão sendo deslocados para dar início as atividades nas sessões inauguradas, deixando um défcit de servidores em outras cidades da região judiciária, segundo a assessoria de imprensa do órgão. O presidente do TRF da 3ª Região, desembargador Newton de Lucca, já adiantou que a seleção contará com  todas as vagas disponíveis na região judiciária. O departamento de seleção do TRF revelou que o edital está em fase final de elaboração, dependendo apenas da contratação da organizadora.

O Tribunal já conta com 39 vagas disponíveis para o concurso, de acordo com o último levantamento funcional. Deste total, dez são para analistas e 29 para técnicos judiciários. Para concorrer a técnico é necessário possuir ensino médio e para analistas, nível superior. Os salários iniciais são de R$4.623 e R$7.181,52 respectivamente. Como benefícios, o Tribunal oferece vale-transporte, reembolso parcial de creche, participação na assistência médico-hospitalar (inclusive para dependentes) e adicional de qualificação.

Além dos cargos já confirmados  de técnico na área administrativa  e analista na área judiciária (para quem possui nível superior em Direito), o concurso deverá contar com vagas para as áreas de apoio especializado e de serviços. Somente para o cargo de técnico existem 18 especialidades diferentes. Neste caso, além da escolaridade, outras exigências específicas podem ser cobradas, como curso técnico ou habilidade específica na área de atuação, que deve ser comprovada na prova prática.

O último concurso do Tribunal, realizado em 2007, contou com 356 servidores nomeados até abril de 2012, fim do prazo de validade do concurso, superando a oferta inicial de 191 vagas. Na ocasião foram registrados 95.299 inscritos. A organizadora foi a Fundação Carlos Chagas. Atualmente o TRF da 3ª Região conta com um quadro de pessoal de 1.867 servidores, sendo 599 Analistas Judiciários, 1.234 Técnicos Judiciários e 34 Auxiliares Judiciários.

ORÇAMENTO – O concurso dependia da liberação de créditos adicionais, decorrentes do Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN17/2012). Porém, o projeto só foi aprovado e sancionado no final de 2012, impossibilitando a utilização da verba no exercício 2012. Visando a realização do concurso, o TRF da 3ª Região recebeu orientação e apoio do Conselho da Justiça Federal em Brasília, juntamente com a Secretaria de Orçamento e Finanças do Ministério do Planejamento, para utilizar a verba prevista no orçamento de 2013. A medida agilizará a contratação da organizadora da seleção. O Tribunal aguarda agora pela votação do Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2013 (Ploa 2013), no Congresso Nacional, para então contar com a verba.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: , , , , , , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑