Administrativa no image

Publicado em 21/12/2012 | por Mestre

TRT 10ª Região

Professor  de Raciocínio Lógico indica revisão…..
Com a proximidade da reaplicação das provas do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT10), o professor Antônio Geraldo, atenta para a possibilidade de revisar todo o conteúdo de sua disciplina. “Como o conteúdo de Raciocínio Lógico não é extenso, é possível rever todos os pontos dentro desse um mês e meio.  Isso, inclusive, pode ser feito através de exercícios e questões, voltando ao conteúdo principal sempre que houver dúvidas”, afirma.
A melhor forma de fazer isso, avisa, é por meio de questões anteriores da banca. “O candidato pode acessar provas de concursos realizados, porque a banca costuma repetir muito ideias que já usou anteriormente. Assim, ele pode se deparar com uma pergunta que já viu ou então uma semelhante”, analisa o professor. Baseado no que foi cobrado no exame anulado, Antônio Geraldo recomenda que os estudos se concentrem nos temas: Linguagem Lógica, Raciocínio Matemático e Raciocínio Sequencial.
Para ele, manter o foco no concurso é o maior desafio dos candidatos. “Essa é a grande dificuldade trazida pela anulação. Saíram muitos editais, alguns bastante interessantes, então quem conseguir se manter firme no que será cobrado no TRT vai se destacar em relação a outros concorrentes”, pondera.
A única etapa da seleção está marcada para o dia 3 de fevereiro e será formada por exames objetivo e discursivo. Serão 120 questões objetivas, 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Específicos, e redação de 30 linhas. Será preciso conseguir dez pontos (dos 50 totais) na parte básica, 21 na específica (70) e 36 na soma (120). Na discursiva, cinco, metade do total, e classificação entre o limite de correções.
O concurso preencherá 28 vagas em cinco atribuições, além de formar cadastro de reserva em outras sete, totalizando 12 áreas/especialidades. Técnicos e analistas têm remuneração de R$4.762,96 e R$7.321,39, incluídos R$710 de alimentação, respectivamente, para carga de 40 horas semanais. A validade é de dois anos, inicialmente, podendo ser dobrada.
Fonte: Folha Dirigida

Tags: ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑