Administrativa no image

Publicado em 10/08/2012 | por Mestre

TRT / RJ

Informações Gerais
O presidente da comissão do concurso para técnico (nível médio) e analista (superior) judiciários do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ), desembargador César Marques Carvalho, informou na última quarta-feira, 8, que o cronograma oficial da seleção deverá ser divulgado até o próximo dia 15. “A Fundação Carlos Chagas (FCC) até já enviou um cronograma inicial para nós. No entanto, no documento que foi apresentado pela organizadora, o período de inscrição ficaria restrito a dez dias. Pedimos para eles refazerem, destinando cerca de um mês para as inscrições”, explicou o presidente da comissão do concurso.
O desembargador César Marques afirmou que com o cronograma fechado, os últimos detalhes do edital serão agilizados. Além disso, o presidente reafirmou a previsão inicial de que o edital sairá ainda este mês (ou no máximo início de setembro) e de que as provas objetivas serão aplicadas em novembro. “Vamos correr com a liberação do edital, pois nossa intenção é iniciar as contratações dos aprovados nesta seleção assim que terminarem as validades dos concursos ainda em vigor, e isso ocorrerá nos meses de setembro e outubro”, declarou.
O desembargador contou que o número oficial de vagas será definido em breve, mas que antes é preciso saber quantos aprovados das seleções que ainda estão em vigor serão convocados até o término de suas validades. A princípio, o desembargador César Marques disse recentemente que seriam oferecidas cerca de 200 vagas, das quais 100 para técnico judiciário da área administrativa (ensino médio completo) e as demais para analista judiciário, distribuídas pelas áreas administrativa (superior em qualquer área), judiciária e execução de mandados (ambas exigindo graduação em Direito). Entretanto, a presidente do TRT-RJ, desembargadora Maria de Lourdes Sallaberry, já afirmou que mais de 600 contratações deverão ser efetuadas ao longo do prazo de validade do concurso, que deverá ser de dois anos, podendo dobrar.
A remuneração inicial prevista, já somada com os R$710 de auxílio-alimentação, é de R$4.762,96 para técnico judiciário, de R$7.321,39 para analista das áreas administrativa e judiciária e de R$10.195,05 para analista em execução de mandados. Neste último valor, já está inserido o auxílio-transporte, cujo valor é de R$1.344,97. O processo seletivo, de acordo com desembargador César Marques, deve ser semelhante ao do concurso realizado em 2008. Na ocasião, os candidatos enfrentaram provas objetivas e discursivas, que versaram sobre as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática e Conhecimentos Específicos, além da elaboração de uma redação. Houve também testes práticos de digitação para todos, com exceção do analista em execução de mandados.
“A única mudança, até então, é que foi excluída do programa a exigência de que as pessoas tenham noção de BrOffice. O restante está tudo igual. Os futuros candidatos podem estudar tranquilamente pelo edital do concurso anterior que todos vão se dar bem na hora da prova. Em Língua Portuguesa, fiquem atentos às novas regras”, adiantou o presidente da comissão.

Fonte: Folha Dirigida

Tags: , ,


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑